As polêmicas do Big Room e como o estilo está prejudicando a EDM

As polêmicas do Big Room e como o estilo está prejudicando a EDM

Quem está nas redes sociais já deve ter visto os vídeos que estão circulando com relação as tracks do VINAI. Bounce Generation com o TJR, How We Party com R3hab e Raveology com DVBBS estão sincronizadas em vídeos. Se antes mesmo você já ouviu as três tracks você já percebeu quão similares elas são. No caso de Bounce e Raveology, não é similaridade, elas são exatamente iguais. Além destas, temos o DVBBS que meio que plagiou Wild Out do Borgore com We were young.

Os defensores do Big Room podem até tentar, mas não vão conseguir explicar essas similaridades. O estilo se tornou um câncer (como eu vi uma pessoa chamar no facebook). Não há variações. Todas as tracks parecem ser a mesma.

Ainda lembro de quando comecei a ouvir Hardwell, que foi o primeiro do gênero que eu ouvi. Eu não conseguia diferenciar suas músicas. A única que eu ouvia e tinha certeza era How we do com o Showtek. Era a mais diferente, e a minha favorita, mas eu também reconhecia por causa do vocal que grita de vez quando o título da track.

Em outro vídeo, com uma pegada mais comédia, a história do Big Room é contada. E essa história remonta à Epic do Sandro Silva, track que tocou demais na época, 2010, e depois também. E depois eles brincam perguntando:

“Vocês sabem o que as músicas de Big Room tem em comum? TUDO! E por que? Porque todas elas tem o mesmo drop”.

De Martin Garrix à Knife Party, poucos fugiram do fatídico drop. Levando a brincadeira mais fundo, é falado que o Big Room nem é um gênero, afinal são várias versões de ‘Epic’ só que com outros nomes.

Por que o Big Room está prejudicando a música eletrônica?

Pelo simples fato de que está reforçando o argumento dos críticos de que a EDM não tem riqueza. Tem sim. Nós temos muitas riquezas. Temos vários estilos diferentes e que produzem coisas diferentes. Cada um tem uma particularidade e produzem tracks únicas. Por isso acredito cada vez mais que artistas como Disclosure, Porter Robinson, Flume, Daft Punk, Diplo e alguns outros, são os caras que vieram para salvar a EDM da mesmice. Claro que aqui não apontei ninguém do Electro House pois é outro estilo que tá caindo.

A coluna de hoje vai ficar curta, mas é porque eu já disse o que eu tinha a dizer. Ainda não sei se é um manifesto contra o Big Room ou um incentivo para que nós sejamos mais críticos e paremos de ouvir tanta porcaria igual. Depois dessa, fiquem com essa imagem.

Uma vez que você compra uma track do VINAI, você tem todas.

Isso vale para as tracks do Big Room no geral.

 

  • léo

    lidi <33333333333333333333333333 melhor coluna

  • Gabriel R. Costa Lima

    Concordo que algumas tracks de big room , realmente , sao bem parecidas , e algumas muito ruins por sinal , MAS EM TODOS OS ESTILOS MUSICAIS ACONTECE ISSO , É NORMAL , mas se voce parar pra ouvir varias musicas de big room tenho certeza que encontrará varias tracks fodas e únicas , isso acontece em todos os generos musicais , se voce colocar no top 100 de deep house no beatport , por exemplo , ou tech house , tenho certeza que encontrara varias tracks MUITO parecidas , e grande parte delas sem nada atrativo , apenas tracks comuns de deep/tech house , mas tenho certeza que se vc ouvir bem encontrara tracks boas. Vou deixar algumas tracks de big room que considero boas E ÚNICAS aqui caso vc tenha preguica de procurar , se vc parar pra analisar , todas tem algo de único : Sex Room – ABADED ; Firebeatz – Bombaclat ; Jewelz & Sparks – Kingdom ; Sander Van Doorn, Firebeatz – Guitar Track (Original Mix) ; Showtek – We Like To Party ; FTampa – Kick It Hard ; Thomas Newson – Pallaroid ; Thomas Newson & New World Sound – Flute

    Ah , e em relacao ao VINAI , é um melbourne bounce que eles fazem , nao big room , e apesar de raveology e bounce generation serem duas tracks bem semelhantes entre si , eles fizeram algo bem ousado , mudaram MUITO o melbourne bounce , que era algo meio “felizinho” , “brega” , e geralmente com um bass meio escondido e leads bem fracas. Na minha opniao , eles fizeram algo semelhante com o que o Tchami fez com o deep house , se vc analisar os drops de You Know You Like It (Tchami Remix) e Go Deep (Tchami Remix) , o groove e o timbre sao bem parecidos . E , na minha opniao , acho aceitavel oq o Tchami e o VINAI fazem , pois grande parte das pessoas nao para pra analisar as musicas que ouve , e fazendo drop na mesma levada , com transicoes parecidas e tal fica mais facil para as pessoas de identificar o artista. Nao tenho a intencao de desmerecer seu trabalho , lidi mendes , mas acho que quem ta “plagiando” aqui é voce , copiando e colando post da your EDM (http://www.youredm.com/2014/08/07/vinai-produces-tracks-sound-exactly-the-same/ ), quer virar uma colunista ? ANALISE OS FATOS , OUÇA , COMPARE , NAO CONFUNDA SEU GOSTO COM QUALIDADE

    • Matheus Da Rocha

      Vc Falou a mais pura e puta verdade Gabriel R. Costa Lima.Os acham que sao gente pra sai criticando nessa PORRA

    • Primeiramente, independentemente do big room, o assunto em questão é a forma de repetição de musicas (batida eletrônica, drop) que estão realmente acabando com a diversidade que a música eletrônica possui, e isso é péssimo, principalmente para um gênero que encontra-se em seu auge…
      Além disso, até concordo que existem umas musicas ótimas e que eu escuto, mas a Beatland, assim como seus colunistas, se posso assim chamar, como lidi mendes não fazem de forma alguma plágio, não importa a noticia, sua base sempre terá uma fonte, e isso é fato, então, procure analisar os fatos melhores em relação ao que você diz, a final de contas a Lidi é quem está colocando a noticia na pag!

    • Jino Jeno

      Boa cara falou tudo muitas pessoas que falam mal da EDM, Big Room, Electro House musica Electronica no geral muitas vezes sabe nome de dois DJ’s no maximo e quer pagar uma de bacana falando mal achando que conhece o genero ou ate mesmo nao gosta da musica e fala mal para difamar eu pensso assim se voce nao gosta cara guarda para voce nao precisa sair falando mal muitas pessoas curti e so para finalizar gosto é que nem CÙ cada um tem o seu

  • Lucas Guimarães

    Como se só no Big Room acontecesse isso. A verdade é que em todas as vertentes as produções estão iguais. No Prog é o que mais vemos, alguns artistas ainda fazem um trabalho distinto dos demais, mas… 80% dos artistas de todas as vertentes se enquadram na frase “Nada se cria, tudo se copia.”

  • Eduardo Silva

    Eu ouço musica eletrônica 24hs por dia desde trap,dubstep,big room,house a hardstyle e amo, sempre procuro saber mais e mais sobre o estilo e seus subgeneros, entao não comecei a ouvir ontem, o big room tem apenas 4 anos e tem muito o que melhorar muitos ja estão melhorando o cenario big room como “sonata” who killed mickey ,josue carrera “supra” ,Blasterjaxx,
    Afrojack e Martin Garrix “Turn Up The Speakers” uma classica
    Showtek ft. We Are Loud & Sonny Wilson – Booyah são algumas das musicas que possuem um “estilo big” diferenciado esta dizendo que pode sim ser mudado.Logico tem muito musicas do Big são muito parecidas ou “exóticas”

    são algumas das musicas que possuem um “estilo big” diferenciado.Uma coisa que nunca vai mudar vai ser o kick do Big room house o classico “dum,dum,dum” ele nunca vai mudar assim como do Hardstyle agora de resto tudo pode ser mudado e getalmente djs que saem do dubstep e vão para o big eles usam samples do dub em suas muicas o big esta no começo e tem muito djs muito mais muito bons ai como Dimitri Vegas e Like Mike assim como ninguém gostava de Dub e HardStyle no começo e depois passaram a amar esta acontecendo com big room.então é isso,obrigado e ficam na paz

  • #138 bpm

    terrivel terrivel,na verdade a musica morreu nos anos 80.
    a unica que se salvava éra a EDM,trance em especial,quem acompanha os lançamentos de segunda a segunda feira pelo site Beatport ‘sabe o que eu estou dizendo’
    só tem musicas com o toque irritante citrico de mais,sabe aquela sensação de quando você morde uma fruta muito citrica?
    então é esta sensação que eu sinto!
    pelos ouvidos,isso mesmo LITERALMENTE,é uma coisa terrivel!
    A state of trance hoje é A STATE OF TROUSE!
    enfim só foi um exemplo,o house,trance,progressive house etc..
    hoje todos são comenrciais,não existe mais criatividade!
    todas as musicas são repleta de vocais terriveis e com aquele toque de piano irritante,vocês sabem qual toque é!
    é tipo assim.
    jajajajaj……PAM PAM PAMPAM PAM PAM PAM PAM PAM PAM! DE POIS huhuhuhhutatatateaarattaat TAAA.
    EU NÃO AGUENTO MAIS ISSO,SOCOORRRO!
    maldita dj mag,TOP 100 MELHORES DJS EU NÃO SEI MAIS AI VAI O TOP 100 PIORES!
    #1DAVID GUETTA
    #2HARDWELL
    #3TIESTO (JA FOI BOM)WTF?
    # 4STEVE AOKI
    #SKRYLEX
    até tu armin,o que aconteceu com você armin?
    antes esse top 100 djs tinha talentos como
    armin van buuren,paul oakenfold,ferry corsten.
    infelizmente até esses hoje são ruins,markus schulz não é o mesmo,socorro,pra onde correr?
    isso é influencia padrão norte americano musical,cuidado,ja foi bom nos anos 80,depois vinheram as spicegirls entre outros,a edm ja foi boa até 2010 no maximo,depois venho david guetta,hardwell,pode reparar.
    estou escrevendo e chorando,ao mesmo tempo,enfim quem quiser debater ser amigo,adiciona o skype meu ai.
    armadaselection@hotmail.com
    que fiz em tributo a hoje morta armada music (hoje é um lixo) mais ta ai,sinto falta de conversar com quem manja de edm.
    pois infelizmente por ai só tem FUNKEIROS ¬¬

    • felipe rafael

      Por que você não vira produtor musical e faz músicas melhor então cuzão, só sabe fala merda, se você é tao fodão faça melhor

  • willpower boy

    Booyah e We Like to Party são Electro House, mas as pessoas deviam parar de reclamar de Big Room, porque embora seja meio chato o ritmo, a batida e o drop, algumas músicas de Big Room são boas, como Tremor, Open Wide, Slammer, Born to Get Wild (Dimitri Vegas and Like Mike vs. BoostedKids Remix).

  • Guilherme Novais

    O problema de terem muitas tracks parecidas não é um argumento pra dizer que o big room é ruim, tem muitas tracks boas no big room o problema é que hj em dia não só no big room mas em tudo o que acontece é que pouco se cria e muito se copia

  • Natan Santos

    tbm sou viciado por msuica eletronica. ouço trap, dusbtep, electro house e hardstyle. n acho nada de ruim em relação ao big room. é somente um estilo com batidas mais porradeiras. W&W e Blasterjaxx Vão ser o exemplo disso. sou mt fã de big room e n tenho vergonha disso.e em relaçao a outro assunto , que é da track do Dj getter- Dubstep is dead. mt gente n da a minima pros os outros djs de dubstep, so querem saber do tradicional Skrillex. mas e ai como vai ficar que o skrillex esta quase se convertendo ao trap. de atençao a um Spag Heddy ,Getter, Excision, Modestep, Barely alive, Dodge & Fuski , Astronaut , Virtual Riot, Datsik, Diamond Eyes, Bar9, Megalodon, Eptic, Skism, Laxx…… entre outros

  • Mayk Blendon

    Cara, nao gosta, não ouça, não entre nos canais que são de Big Room
    Eu particularmente gosto muito e me sinto bem ouvindo
    e garanto que se você procurasse realmente conhecer ia ver que o big room está alem dos nomes que você citou

    • Renan Guimaraes

      Falou e disse Mayk!!

  • Gerald Neto

    sabe o q acontece não estao sabendo escolher mais artistas de big room
    tem varios como Blorjax,WolfSnare,Bl3r,etc que poderiam ser aproveitados más não as gravadoras só querem nome e esquecem da música,eu msm sou produtor de Big Room e e não fico na mesmice. Sim eu concordo com vc que tem muitas tracks iguais más tem muitas track diferentes, só não são tão conhecidas.

    • Renan Guimaraes

      Os caras querem falar da EDM e leva em conta só o David Guetta hahahaha.. Vai toma no cu!! Boa Gerald

  • Renan Guimaraes

    Da para ver que você não sabe porra nenhuma sobre produção de musica. Se você acha que o bigroom é tudo igual ainda que há uma variação de melodia, o que falar de um G House comercialmente chamado de Deep House onde as batidas são muito mais parecidas (o que diferencia é ela ser aberta ou fechada), do que o genero do Big Room .. Hahahaha falar que a Bounce Generation é igual a Raveology kkkkkkkkk … Está nítido que há variações de sampler. Sobre o Vinai, eu até concordo, usa o mesmo sampler em todas as musicas apesar de haver variação na melodia, mas o que da para notar são características completamente diferentes de um artista para o outro. Não da para comparar um DVBBS com um Dimitri Vegas e Like Mike com um W&W. Isso é balela pra quem não gosta do Bigroom, quem ouve consegue diferenciar tranquilamente o perfil de um artista para o outro.

    Ah, só pra complementar, porcaria é essa merda de matéria de vocês. Poderiam fazer alguma coisa pensando na vertente que vocês gostam e não menosprezando outras.

ENTENDA